February 23, 2024

Bolsa Família: Programa enfrenta grandes mudanças e beneficiários são afetados; Veja o que foi alterado

2 min read

O Governo Federal brasileiro oferece uma série de benefícios sociais às famílias brasileiras de baixa renda por meio de programas de assistência social e transferência de renda, como o Bolsa Família. O benefício em questão existe desde 2003 e foi instituído por meio da medida provisória 132, que já virou lei no ano seguinte. O diretor fundador do programa foi Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que cumpria seu primeiro mandato como presidente na época.

O Programa de Transferência de Renda foi criado para pôr fim ao ciclo geracional de vulnerabilidade socioeconômica que ultrapassa várias gerações de famílias brasileiras. Para isso, a transferência condicional de renda, saúde e educação é realizada uma vez por mês pela Caixa Econômica Federal. Além disso, para ter acesso ao Bolsa Família, a família deve estar cadastrada e conter dados atualizados em um cadastro único para programas sociais (CadÚnico).

Recentemente, o Bolsa Família passou por diversas mudanças que podem afetar diretamente determinados beneficiários. Veja!

Novas mudanças no Bolsa Família afetam beneficiários

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) publicou uma edição de novas regras que buscam limitar o número de famílias solteiras, ou seja, aquelas compostas por apenas uma pessoa, no programa Bolsa Família. A Portaria 911 foi anunciada na última sexta-feira (25) e estabelece melhorias para tornar acessíveis os benefícios dessas famílias.

Foi estabelecido que as autoridades locais podem pagar até 16% das famílias unipessoais sobre seus salários pelo número total de serviços prestados por programas federais em sua área. As novas regras já entraram em vigor em setembro deste ano. Ainda segundo a pasta, os requisitos para imposição de restrições são retirados dos últimos indicadores estatísticos oficiais disponíveis na contínua PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O ministério ressalta ainda que a restrição se refere a novas concessões para corrigir distorções ocorridas em outubro de 2021 e dezembro passado, quando o número de domicílios unipessoais no programa aumentou.

Calendário do Bolsa Família para Setembro

As parcelas do Bolsa Família costumam ser creditadas nos últimos 10 dias do mês, e setembro não é exceção. O cronograma de pagamento segue a ordem do número final do NIS (Número de Inscrição Social) do beneficiário.

Neste mês, os pagamentos serão feitos no dia seguinte.

NIS 1 Final: 18 de setembro;
NIS 2 Final: 19 de setembro;
NIS 3 Final: 20 de setembro;
NIS 4 Final: 21 de setembro;
NIS 5 Final: 22 de setembro;
NIS 6 Final: 25 de setembro;
NIS 7 Final: 26 de setembro;
NIS 8 Final: 27 de setembro;
NIS 9 Final: 28 de setembro;
NIS Final 0: 29 de setembro.

fonte: finançasbrasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.